“No Caminho da Evolução”: Bristol-Myers Squibb reúne especialistas nacionais em Oncologia e Hematologia
09/03/2021 16:01:33
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
“No Caminho da Evolução”: Bristol-Myers Squibb reúne especialistas nacionais em Oncologia e Hematologia

A Bristol-Myers Squibb (BMS) organiza a conferência “No Caminho da Evolução”, que se realiza a 26 e 27 de março, um evento dirigido a profissionais de saúde especialistas na área da Oncologia e Hematologia. Na conferência, serão debatidos temas como os mais recentes avanços em terapias de Imuno-Oncologia e Hematologia, o contributo inovador da inteligência artificial (IA) na Medicina de Precisão, a sustentabilidade do sistema de saúde face à inovação terapêutica, entre outros.

Fazem parte do comité diretivo desta conferência o oncologista do Hospital de Santa Maria e diretor do Centro de Investigação Clínica do Centro Académico de Medicina de Lisboa (CAML), Prof. Doutor Luís Costa, o oncologista do Centro Hospital do Porto e membro do “Comité Oncológico Nacional” Prof. Doutor António Araújo e o hematologista da Fundação Champalimaud e consultor científico do Grupo Português de Mieloma Múltiplo e da Sociedade Portuguesa de Hematologia (SPH) Prof. Doutor Paulo Lúcio.

“Procurámos que o programa deste evento fosse abrangente, trazendo à discussão com os colegas os mais recentes e relevantes avanços na área da Oncologia – tumores sólidos – e Hemato-Oncologia; assim como de outras áreas de conhecimento que vão ter e já têm importância na nossa prática clínica em Oncologia, como é o caso da IA ou a participação nos modelos de sustentabilidade da inovação”, adiantou o Prof. Doutor Luís Costa, sobre a elaboração do programa.

Assim, no primeiro dia da conferência, os temas-chave em debate serão a inteligência artificial na saúde e de que forma a mesma está a ajudar a medicina de precisão. Neste sentido, irão ser abordados os desafios atuais e futuros, bem como as atualizações de tratamentos e de estratégicas terapêuticas para determinados tipos tumorais que, pela sua complexidade, beneficiam de uma abordagem de tratamento mais precisa e personalizada. Estes temas serão tratados pelo Prof. Doutor Luís Costa e a Dr.ª Adam Yala. Da mesma forma, a BMS dará a conhecer as novidades que está a desenvolver neste campo.

Também o segundo dia da conferência “vai ser muito interessante”, desde logo pela abordagem “não só dos landmarks desta área no ano passado, mas também do impacto dos dados de vida real na nossa prática clínica”, sublinhou o Prof. Doutor António Araújo, acrescentando que “pelo conjunto de temas que estará em análise, considero que vai ser um evento a que todos deveremos assistir”.

Neste dia de conferência, o programa prevê abordar os marcos da Oncologia e Hematologia, pelo Prof. Doutor Paulo Lúcio, e ainda os avanços em Oncologia e Hematologia em 2020, pelos Dr. Enrique Grande, Dr. Fernando Barata e Prof.ª Doutora Catarina Geraldes. Os aspetos relacionados com a evidência de vida real serão desenvolvidos pela Dr.ª Ana Raimundo, seguindo-se de exemplos da forma como a evidência de vida real está a mudar a prática clínica, pelas experiências do Dr. Hélder Mansinho, da Dr.ª Ana Figueiredo e da Dr.ª Cristina João.

No dia 27 de março, haverá ainda espaço para debater a inovação e sustentabilidade do sistema de saúde, com a participação do Prof. Doutor António Araújo, Dr. Miguel Gouveia, Dr. Fernando Leal Costa e Dr.ª Carla Campos.

“Este é um evento com um programa muito abrangente, que aborda temas tão diversos e interessantes como a IA em Medicina ou a sustentabilidade do sistema de saúde, passando pelo que de mais recente tem sido publicado na área dos tratamentos antineoplásicos em Oncologia e Hemato-Oncologia. É por isso que convido todos a juntarem-se a nós”, conclui o Prof. Doutor Paulo Lúcio.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019