Hospital de São João associa-se a comemorações do Dia Mundial da Obesidade abrindo consulta da especialidade
03/03/2021 16:55:16
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Hospital de São João associa-se a comemorações do Dia Mundial da Obesidade abrindo consulta da especialidade

O Serviço de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo associa-se às comeorações do Dia Mundial da Obesidade, que se celebra amanhã, 4 de março, e cria a consulta de Obesidade Médica. O Hospital de São João, considerado pela Direção-Geral da Saúde como Centro de Elevada Diferenciação para o Tratamento Cirúrgico da Obesidade, e que recentemente criou o Centro de Responsabilidade Integrado da Obesidade para o tratamento cirúrgico, cria agora esta consulta para tratamento não cirúrgico da obesidade. 

A obesidade tem vindo a crescer exponecialmente em todo mundo e em Portugal. Os últimos estudos sugerem que a prevlência de exesso peso em Portugal é de 39,1% enquanto a de obesidade é de 28,6%. A atual epidemia parecer ter contribuído para o aumento da prevalência obesidade. Isto porque o confinamento está associado à interrupção da rotina de trabalho e ao tédio, que é causa de maior ingestão de calorias, bem como o consumo de maiores quantidades de gorduras, açúcares e proteínas.

Além disso, durante a quarentena continuamente a ouvir ou a ler sobre a pandemia sem uma pausa pode causar stresse. Por sua vez, o stresse leva as pessoas a comer demais, principalmente à procura de “alimentos de conforto” açúcarados. Este desejo de consumir um determinado tipo de alimento é definido como "desejo por comida", que é um conceito multidimensional incluindo um componente emocional (intenso desejo de comer), comportamental (procurar comida), cognitivo (pensamentos sobre alimentos) e processos fisiológicos (salivação). Parece haver um dimorfismo sexual neste sentimento: com maior prevalência em mulheres do que em homens.

Tudo isto levou a que o Hospital de São João sentisse necessidade de criar uma consulta de especialidade, onde os doentes serão submetidos a uma avaliação, diagnóstico e orientação terapêutica de obesidade através de um programa de intervenção não-cirúrgica para redução de peso (alimentação saudável, exercício físico e terapêutica farmacológica).

O objetivo da consulta é permitir o tratamento de doentes sem indicação ou com contra-indicação para tratamento com cirurgia e a que os Cuidados de Saúde Primários não são capazes de dar resposta.

Os doentes com idades entre os 18 e 65 anos serão referenciados das Unidades de Saúde Familiar, de outras consultas do Hospital de São João, nomeadamente dos cuidados de adolescentes, e também do CRI de obesidade. A onsulta destina-se a doentes com - IMC 27-29,9 kg/m2 com comorbilidades associadas, IMC 30 – 40 kg/m2 e IMC ≥ 40 kg/m2 que não pretendam cirurgia bariátrica.

A consulta terá uma abordagem multidimensional com a colaboração de endocrinologistas, psicólogos e nutricionistas.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019