SPEDM atribui bolsas de investigação a projetos nas áreas da tiroide e hipófise
26/02/2021 12:42:23
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
SPEDM atribui bolsas de investigação a projetos nas áreas da tiroide e hipófise

A Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo (SPEDM) premiou, durante o Congresso Português de Endocrinologia, os investigadores Prof. Doutor Luís Miguel Cardoso e Dr.ª Ana Sofia Macedo, do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (i3S) da Universidade do Porto, com uma bolsa de investigação para os seus trabalhos nas áreas da tireoide e da hipófise.

O projeto do Prof. Doutor Luís Miguel Cardoso intitula-se “Molecular Characterisation of Corticotroph Adenomas in a Portuguese Cohort”, e pretende identificar fatores biomoleculares para melhor compreender a patogénese da doença. O prémio que lhe foi atribuído corresponde à Bolsa SPEDM/HRA Pharma Iberia na área de síndrome de Cushing, num valor de dez mil euros.

“O nosso objetivo é investigar a prevalência de mutações somáticas numa coorte portuguesa de DC e avaliar associações com variáveis biológicas, bioquímicas, clínicas, radiológicas, histológicas e terapêuticas”, sublinha o investigador.

Já o projeto da Dr.ª Ana Sofia Macedo, “Fishing endocrine disruptors contribution to cancer” foca-se na influência dos disruptores endócrinos (EDCs) no funcionamento da tireoide e no risco de desenvolver cancro. A bolsa de investigação com que foi premiada tem o valor de 7.500 euros.

“A nossa hipótese é que, no contexto de uma mutação oncogénica, a exposição contaminante a fatores ambientais com capacidade de interferir sobre o sistema endócrino (como os disruptores endócrinos) pode induzir ou promover o desenvolvimento de neoplasias da tiroide”, frisa a especialista.

“Estas bolsas são um importante reconhecimento do trabalho do grupo em patologia endócrina”, faz notar a Prof.ª Doutora Paula Soares, líder do grupo Cancer Signaling and Metabolism, ao qual pertencem os investigadores distinguidos, realçando ainda o “relevante papel da SPEDM no apoio à investigação nesta área”.

Fonte: Notícias Universidade do Porto


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019