Grünenthal Portugal recebe certificação Great Place to Work
17/02/2021 15:04:18
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Grünenthal Portugal recebe certificação Great Place to Work

Especialista no tratamento da dor, a Grünenthal Portugal acaba de receber a certificação Great Place to Work, que distingue a qualidade do ambiente de trabalho proporcionada pela empresa aos colaboradores, ao longo do ano de 2020.

“Credibilidade”, “Respeito”, “Imparcialidade”, “Orgulho” e “Camaradagem” foram as dimensões avaliadas pelo inquérito da Great Place to Work. Entre os indicadores mais valorizados pelos colaboradores, com taxas de respostas na ordem dos 100%, encontram-se “o contributo da empresa para a comunidade”, “orgulho em trabalhar na empresa” e o desejo de “permanecer na empresa durante os próximos anos”. Outros dos aspetos em que foi possível obter avaliações muito positivas dizem respeito à Inovação e Liderança, esta última considerada “competente” e “acessível”.

“Num ano particularmente desafiante como foi 2020, é um orgulho saber que os colaboradores continuam a sentir-se envolvidos com a empresa, respeitados e orgulhosos do trabalho que desenvolvem”, destaca a Dr.ª Ana Martins, diretora geral da Grünenthal Portugal. “A certificação, agora obtida, motiva-nos a tornarmo-nos cada vez mais relevantes para os nossos colaboradores e para a Sociedade como um todo”, acrescenta.

Os resultados alcançados pela análise de todas as dimensões permitem concluir que a atratividade geral da empresa, percebida pelos colaboradores, é de 95%. A segurança do espaço de trabalho, as medidas de promoção da saúde, a flexibilidade de horário e o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional foram critérios também muito valorizados.

A Great Place to Work reconhece as empresas onde os colaboradores se sentem mais envolvidos, desafiados, reconhecidos e realizados, pessoal e profissionalmente. As empresas passam por um rigoroso processo de avaliação dos seus padrões de gestão e cultura empresarial.

Esta certificação é atribuída quando a média de respostas positivas é superior a 70%.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019