Sanofi, Capgemini, Generali e Orange aliam-se para criar o primeiro ecossistema digital europeu de e-health
12/02/2021 14:00:59
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Sanofi, Capgemini, Generali e Orange aliam-se para criar o primeiro ecossistema digital europeu de e-health

A Sanofi, a Capgemini, a Generali e a Orange unem-se para acelerar o desenvolvimento de soluções concretas na área da saúde e a sua rápida disponibilização no mercado, de modo a poderem chegar mais rapidamente aos doentes. 

Reunindo conhecimentos científicos e tecnológicos franceses e europeus numa plataforma digital que conta com uma localização física em Paris, este projeto está ligado à iniciativa Paris Campus Numérique, recentemente anunciada pelo presidente francês, e contribuirá para reforçar o posicionamento da França na área da e-health a nível mundial. 

As entidades fundadoras preveem fazer um investimento inicial de 24 milhões de euros na criação desta plataforma digital, que deverá estar operacional já a partir de junho de 2021, e a plataforma física está prevista para dezembro de 2021. A inovação digital e os dados tornaram-se essenciais para a área da saúde. A França e a Europa, de um modo geral, possuem os meios necessários para que as grandes empresas conjuguem a inovação e a agilidade das startups, de modo a desenvolverem em conjunto soluções digitais que ofereçam valor aos pacientes e ao ecossistema da saúde. O desenvolvimento das soluções assentará em questões-chave durante um ou dois anos de cada vez. Poderá ainda centrar-se em torno de uma tecnologia, de uma patologia concreta, de um grupo específico de doentes, ou estar relacionada com um tema de saúde pública em particular. Este novo ecossistema, criado por quatro empresas fundadoras, tem como ambição unir grandes empresas e startups a nível europeu, no âmbito de uma abordagem de inovação aberta, propícia ao surgimento de novos modelos disruptivos na área da e-health.

“Acreditamos que a França, e de uma forma mais ampla a Europa, dispõem de todos os recursos necessários para assumirem uma posição de destaque entre os principais atores na área da inovação em e-health. Este projeto é a pedra angular dum ecossistema aberto, focado na tecnologia digital e nos dados da área da saúde que queremos construir com os nossos parceiros. A nossa ambição comum é reunir todos os intervenientes, incluindo startups, que em conjunto irão criar o futuro dos cuidados de saúde, de modo a beneficiar os pacientes. Também desta forma, a França passará a ocupar um lugar de destaque na inovação europeia numa área tão estratégica como o e-health”, assinala o Dr. Paul Hudson, CEO da Sanofi.

“Como líder mundial na área da tecnologia, uma das nossas maiores responsabilidades em relação às próximas gerações é colocar a tecnologia ao serviço da saúde. Este é um objetivo prioritário para a Capgemini, que muito se orgulha de participar neste projeto. Todos os membros fundadores acreditam que as tecnologias digitais irão impulsionar fortemente o desenvolvimento desta área. A nossa ambição é alcançar rapidamente resultados concretos”, afirma o Dr. Aiman Ezzat, CEO do Grupo Capgemini.

 "Através desta aliança, a nossa motivação como seguradora e prestadora de serviços é participar num ecossistema inovador e poderoso que ajudará a criar e desenvolver as soluções do futuro na área da saúde e a trabalhar novas tecnologias e serviços inovadores para os pacientes. O negócio dos seguros funciona com base em estatísticas provenientes de um grande volume de dados anónimos reunidos ao longo de várias décadas. Este manancial de informação pode ser disponibilizado às startups para alimentar o seu trabalho de pesquisa e desenvolvimento de novas soluções. Como um ator histórico no mercado da saúde, a nível nacional e internacional, a Generali deseja contribuir ativamente para a criação e funcionamento deste ecossistema único em França e na Europa, em colaboração com outras empresas internacionais líderes no seu setor", sublinha o Dr. Jean-Laurent Granier, CEO da Generali France e chairman da Europ Assistance.

"Estamos muito satisfeitos por integrarmos esta ambiciosa parceria que tem como objetivo aproveitar a tecnologia digital para melhorar os serviços de saúde para todos. Na Orange, estamos convencidos de que a transformação digital é uma importante fonte de progresso e que o seu potencial na área da e-health é enorme. Este é um grande desafio para a sociedade e, como operador responsável, acreditamos que podemos contribuir para este esforço. Ao criarmos um ecossistema multidisciplinar que reúne os grandes grupos e as startups europeias, estamos a disponibilizar os meios para acelerar o desenvolvimento de novas soluções que irão beneficiar tanto os doentes, como os cuidadores”, realça o Dr. Stéphane Richard, chairman e CEO da Orange.

Este projeto está estruturado em torno de uma plataforma online centrada num instituto cuja principal missão é reunir especialistas, instituições, escolas, universidades e hospitais em torno de questões relacionadas com a utilização dos dados e das ferramentas digitais no setor da saúde. Esta plataforma será também o ponto de entrada das interações entre os fundadores, os parceiros e as startups para divulgar os comunicados de imprensa sobre o lançamento de hackathons e a abertura de concursos, permitindo a partilha de dados e conhecimentos, no mais estrito respeito pelas normas éticas, jurídicas e a regulamentação em vigor.

 Este ecossistema terá uma base física localizada de Paris, na qual vai incluir um laboratório criativo, um Fab Lab, um Data Lab e um Living Lab no qual doentes e profissionais de saúde serão capazes de desenvolver, testar, ajustar e avaliar as soluções desenvolvidas. Além disso, irá contar com um laboratório específico dedicado a questões éticas e económicas.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019