Congresso Português de Hepatologia 2022 com temas “interessantíssimos” sobre o contexto hepatológico nacional

12/04/22
Congresso Português de Hepatologia 2022 com temas “interessantíssimos” sobre o contexto hepatológico nacional

O Congresso Português de Hepatologia 2022 regressa este ano, de 28 a 30 de abril, em formato presencial, no SDivine Fátima Hotel. A duas semanas do evento, a News Farma entrevistou o Dr. José Presa, presidente da Associação Portuguesa para o Estudo do Fígado (APEF), que fez a antevisão da reunião. Assista ao seu testemunho.

A todos os interessados por esta área da Medicina, o Dr. José Presa explica que “vão ser três dias plenos e intensos de discussão sobre temas dedicados à Hepatologia”, sendo por isso, um momento de “revisão de temas marcantes como a autoimunidade”, bem como “os desafios do dia a dia” e o contacto próximo com a realidade.

Previamente ao desfecho do evento concretiza-se o curso pós-graduado sobre a doença hepática crónica avançada descompensada que, na edição deste ano, se dedica à doença hepática crónica avançada descompensada, contando com a presidência do Prof. Doutor Armando Carvalho”, anunciando que nesse mesmo dia, no período da tarde haverá algo “diferente”.

Na tarde de sábado, dia 30 de abril, realiza-se um curso teórico-prático sobre os fundamentos de ressonância magnética para hepatologistas, um tema que além de “interessante”, na perspetiva do Dr. José Presa, procurará colmatar a “lacuna” alusiva à “interpretação da ressonância magnética por muitos médicos clínicos que trabalham na área da Patologia”. Neste sentido o presidente da APEF apela à inscrição no congresso de modo a que seja possível participar no curso.

O Dr. José Presa evidencia ainda o regresso do simpósio de Enfermagem em Hepatologia, que se concretiza na manhã de sexta-feira, dia 29. A sessão deste ano é dedicada à Imunoterapia e a sua importância que se reflete nos cuidados de Enfermagem, pretendendo instigar a “partilha de experiências entre diferentes centros que tratam os doentes com imunoterapia por carcinoma hepatocelular”.

O apelo à inscrição é reforçado pelo presidente da APEF considerando que o programa científico do congresso, que pode aceder aqui, abrange “temas interessantíssimos sobre a Hepatologia nacional”.

Vídeo

Partilhar

Publicações