“É uma atribuição que assenta no mérito e na excelência do percurso em prol dos portugueses”

08/04/22
“É uma atribuição que assenta no mérito e na excelência do percurso em prol dos portugueses”

As duas personalidades Prof. Doutor António Gentil Martins e Prof.ª Doutora Maria de Belém Roseira foram distinguidas pela Universidade Europeia no passado dia 7 de abril, Dia Mundial da Saúde, devido ao seu contínuo contributo para o desenvolvimento social do país.

Nos seus 91 anos, o Prof. Doutor António Gentil Martins, membro do Instituto Português de Oncologia, confessa sentir-se honrado com o título Honoris Causa e esclarece ainda que tem conseguido encontrar tempo para dedicar à redação de trabalhos, tendo nos últimos três anos publicado cerca de 14 artigos em revistas internacionais. O cirurgião, que realizou a primeira operação de separação de gémeos siameses, alerta para a importância de uma infância feliz, explicando que “o estilo de vida que se escolhe permite que cada um seja melhor ou pior”.

Ao ver o trabalho de uma vida a ser reconhecido, a ex-ministra da Saúde, a Prof.ª Doutora Maria de Belém Roseira, declara que qualquer um deve trabalhar com o intuito de defender as próprias convicções. “Se os percursos de vida forem contextualizados vemos que o meu e o do Prof. Doutor António Gentil Martins foram feitos em contextos bastante adversos, podendo ser inspiradores para as pessoas mais novas que se veem tantas vezes com tantas dificuldades e problemas”, acrescenta a deputada em várias legislaturas.

Nesta homenagem, o Dr. Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos, salienta que “são duas pessoas que se notabilizaram cada um à sua maneira em várias áreas, passando pela saúde, pela ação social, até pelos direitos humanos” e que, por isso, “não há dúvida que as pessoas em causa mereceram amplamente essa distinção”.

O título foi decidido por unanimidade pelo Conselho Científico, ao qual a Prof.ª Doutora Hélia Gonçalves Pereira, reitora da Universidade Europeia, destaca uma “atribuição que assenta no mérito, no percurso feito, na excelência desse percurso em prol, no fundo, de todos os portugueses”. Constituindo “a área das Ciências da Saúde uma área estratégica para o desenvolvimento da própria universidade, fazia todo o sentido integrar no nosso corpo docente duas personalidades desta dimensão”, acrescenta a reitora.

A cerimónia solene, celebrada no Auditório do Pólo Tecnológico da Lispolis, contou ainda com o testemunho, por vídeo, do Presidente da República, Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, e com as intervenções do Padre Vítor Melícias, do General António Ramalho Eanes, Presidente da República entre 1976 e 1986, e com o Dr. Germano de Sousa, bastonário da Ordem dos Médicos de 1999 a 2004. Esta foi a primeira atribuição do Doutoramento Honoris Causa por parte da Universidade Europeia.

Vídeo

Partilhar

Publicações