A Associação Portuguesa de Paramiloidose informou que as pessoas com polineuropatia amiloidótica familiar seguidos pelo Centro Hospitalar e Universitário do Porto vão começar a ter acesso a novos medicamentos, nomeadamente inotersen e patisiran, desenvolvidos para dar resposta a esta doença no mais curto espaço de tempo, estando os mesmos ainda em fase de avaliação pela Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed). O anúncio surge depois de uma audiência entre a Associação e o o Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, o Dr. Francisco Ramos. 

Publicado em Notícias

A Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC) e a Sanofi Portugal distinguiram um trabalho sobre um tratamento cardíaco para a paramiloidose elaborado por especialistas de várias instituições de Lisboa.

Publicado em Notícias

Pesquisa