No âmbito do projeto “COVID-19 EGFR Support Program”, a AstraZeneca Portugal, a Biocartis e a Sociedade Portuguesa de Anatomia Patológica (SPAP) estabeleceram um acordo para a disponibilização gratuita de 204 testes que permitem saber, em apenas duas horas, se o doente com cancro do pulmão é positivo para a mutação EGFR, um fator determinante para a decisão terapêutica.

 

Publicado em Notícias

Pesquisa