A propósito da publicação edição de 2018 do relatório “Estatística do medicamento e produtos de saúde”, a Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed) revelou que se deu um aumento da despesa em medicamentos oncológicos, contribuindo com mais de 50% do valor total, devido à inovação terapêutica. Também se verificou um aumento da despesa na área das doenças neurodegenerativas, nomeadamente a esclerose múltipla, e na Hematologia.

 

Publicado em Notícias

Pesquisa