sexta-feira, 04 outubro 2019 15:34

Durvalumab já comparticipado em Portugal

Durvalumab em monoterapia está indicado para o tratamento do cancro do pulmão de células não-pequenas (CPCNP), localmente avançado, irressecável, em adultos cujos tumores expressam PD-L1 em ≥ 1% nas células do tumor e cuja doença não progrediu após quimiorradioterapia baseada em platina.

Publicado em Notícias

Pesquisa