Novidades para 2017 em cancro do pulmão
21/12/2016 11:05:03
Dr.ª Encarnação Teixeira, pneumologista do Hospital de Santa Maria, CHLN
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Novidades para 2017 em cancro do pulmão

“Novidades para 2017” foi o tema da mesa redonda moderada pela Dr.ª Encarnação Teixeira no 7.º Congresso do Grupo de Estudos do Cancro do Pulmão, decorrido de 13 a 15 de outubro em Coimbra. Em entrevista à News Farma, a pneumologista do Hospital de Santa Maria, Centro Hospitalar Lisboa Norte, sintetiza os pontos-chave discutidos na apresentação.

Referindo-se à primeira intervenção feita pelo Prof. Peter Goldstraw, cirurgião torácico do Royal Brompton Hospital, a propósito do novo estadiamento do cancro do pulmão, a especialista realça a importância que este assunto terá em termos de prognóstico e das abordagens terapêuticas.

Na segunda intervenção, o Prof. Erik Thunnissen do departamento de patologia da VU University Medical Center falou acerca da nova classificação do adenocarcinoma. Para a pneumologista, a nova classificação do cancro do pulmão é importante pois, o facto de haver conceitos diferentes, poderá levar a abordagens terapêuticas diferentes, de acordo com esses pormenores e com variadíssimas opções que poderão surgir.

Em relação à terceira intervenção, orientada pela Dr.ª Rosário Campelo, especialista em Oncologia no Hospital Quirón A Coruña, sobre a integração de novos biomarcadores na prática multidisciplinar, a Dr.ª Encarnação Teixeira afirma que este tema é aquele que “traz mais entusiasmo” à discussão. Realça ainda que este assunto “está na base da evolução do cancro do pulmão e das terapêuticas”.


Pesquisa