A MSD anunciou que o Comité dos Medicamentos para Uso Humano (CHMP) da Agência Europeia do Medicamento (EMA) recomendou a aprovação de um novo esquema posológico para todas as indicações de pembrolizumab em monoterapia aprovadas na União Europeia (UE). Na UE, pembrolizumab como monoterapia está atualmente aprovado para oito indicações em cinco tipos de tumores.

Publicado em Notícias

O Comité dos Medicamentos para Uso Humano (CHMP) da Agência Europeia do Medicamento (EMA) emitiu um parecer positivo recomendando a aprovação de pembrolizumab em combinação com pemetrexedo e quimioterapia contendo platina (cisplatina ou carboplatina) para o tratamento de primeira linha do cancro do pulmão de células não-pequenas metastático (CPCNP) em adultos cujos tumores não expressem mutações EGFR ou ALK, independentemente da expressão de PD-L1. O anúncio foi feito pela MSD.

 

Publicado em Notícias

A MSD acaba de informar que o Infarmed aprovou a comparticipação do medicamento pembrolizumab, a terapêutica anti-PD-1 da MSD, utilizada na primeira linha de tratamento de doentes com carcinoma do pulmão de células não-pequenas (CPCNP), metastático, cujos tumores tenham expressão elevada de PD-L1 (TPS≥50%), sem mutação EGFR ou translocação ALK.

Publicado em Notícias

A Incyte e a MSD apresentaram dados atualizados do ensaio clínico ECHO-202 que avalia epacadostat em combinação com pembrolizumab, a terapia anti-PD-1 da MSD, em doentes com melanoma avançado. Os dados de sobrevivência livre de progressão, apresentados no Congresso da Sociedade Europeia de Oncologia Médica (ESMO 2017), destacaram a durabilidade da resposta da nova terapêutica.

Publicado em Notícias

O Infarmed aprovou pembrolizumab, a terapêutica de imuno-oncologia anti-PD-1 da MSD, para o tratamento, em meio hospitalar, do cancro do pulmão de células não pequenas (CPCNP) em adultos cujos tumores expressam PD-L1 (TPS≥1%) e que receberam pelo menos um esquema de tratamento prévio com quimioterapia. A dose aprovada é 2 mg/kg a cada três semanas.

Publicado em Notícias

A Comissão Europeia aprovou recentemente o pembrolizumab, a terapêutica anti-PD-1 da MSD, para o tratamento de doentes adultos com linfoma de Hodgkin clássico recidivante ou refratário (LHc) que não tenham respondido ao transplante de células estaminais autólogas (ASCT) e a brentuximab vedotina (BV) ou que não foram elegíveis para transplante e que não tenham respondido a BV.

Publicado em Notícias

A MSD anunciou que o Infarmed aprovou a utilização, em meio hospitalar, do medicamento pembrolizumab, a terapêutica anti-PD-1 da farmacêutica para o tratamento do melanoma avançado (irressecável ou metastático) em adultos. A dose aprovada é 2 mg/kg a cada três semanas.

Publicado em Notícias

A Comissão Europeia acaba de aprovar o pembrolizumab, a terapêutica anti-PD-1 da MSD, como tratamento de primeira linha de carcinoma do pulmão de células não pequenas (CPCNP) metastático em adultos cujos tumores tenham uma expressão de PD-L1 elevada (proporção de pontuação do tumor [TPS] de 50% ou mais) sem mutações tumorais positivas para o EGFR ou ALK.

Publicado em Notícias

O emblemático ensaio de fase III KEYNOTE-024 apresentou na ESMO 2016 dados altamente impactantes em cancro do pulmão avançado, a que agora junta uma vantagem de HRQoL na 17ª Conferência Mundial de Cancro do Pulmão, que decorreu em Viena no início de dezembro.

Publicado em Notícias

A MSD vai apresentar, durante a Sessão Presidencial do Congresso da European Society for Medical Oncology (ESMO) de 2016, resultados de dois ensaios clínicos, KEYNOTE-024 e KEYNOTE-021G, que incluíram doentes com Carcinoma de Pulmão de Células Não-pequenas (CPCNP) avançado. Serão igualmente apresentados dados abrangentes do seu Programa de Desenvolvimento Clínico de Imuno-oncologia, que compreendeu 30 estudos em 12 tipos de cancro.

Publicado em Notícias