Lúpus eritematoso sistémico em destaque no Art&Treat Fórum em Aveiro
04/02/2019 15:10:29
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Lúpus eritematoso sistémico em destaque no Art&Treat Fórum em Aveiro

O Centro de Congressos de Aveiro vai acolher, nos dias 8 e 9 de fevereiro, o Fórum Art & Treat: Lúpus. A edição deste ano, organizada pela Sociedade Portuguesa de Reumatologia (SPR), vai destacar o lúpus eritematoso sistémico (LES).

O encontro, que se realiza anualmente, tem como objetivo avaliar as novas abordagens e tratamentos do lúpus eritmatoso sistémico. O Fórum vai, ainda, mostrar a importância do reumatologista na orientação e diagnóstico desta doença reumática. 

“É muito importante fazer-se uma revisão do estado da arte no LES há luz de novas estratégias e novos potenciais tratamentos”, afirma o Dr. Luís Cunha Miranda, presidente da SPR.  “Esta é uma doença que deve ser diagnosticada o mais rapidamente possível pelo reumatologista de maneira a garantir um melhor sucesso terapêutico e menor incapacidade”, acrescenta.

De acordo com o comunicado divulgado à comunicação social, os casos mais graves têm diminuído em Portugal devido ao melhor controlo da doença e de um melhor diagnóstico. O diagnóstico de casos mais leves e a diminuição da mortalidade dos casos mais graves também são fatores que contribuem para a diminuição do número de mortes associados a esta doença.

“O tratamento adequado passa pelo diagnóstico precoce, acompanhamento em consulta de Reumatologia e ter um plano terapêutico eficaz que tenha em conta as particularidades individuais de cada doente. O LES, tal como muitas doenças, tem muitas formas de apresentação e de evolução e só com um plano personalizado é que é possível obter resultados finais de menor incapacidade e até de mortalidade”, pode ler-se ainda no comunicado.