Divulgados novos dados que confirmam eficácia e segurança de secucinumab no dia-a-dia de doentes com psoríase
08/11/2018 15:47:27
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Divulgados novos dados que confirmam eficácia e segurança de secucinumab no dia-a-dia de doentes com psoríase

A Novartis anunciou novos resultados de diversas fontes de dados de vida real sobre o tratamento da psoríase em placas, moderada a grave, em adultos que são elegíveis para terapêutica sistémica. Estes dados confirmam a eficácia e segurança de secucinumab na prática clínica, consistentes com resultados de ensaios clínicos anteriores.

 

Os dados de vida real também confirmaram os benefícios adicionais de secucinumab no âmbito do estudo PROSPECT, a maior análise prospetiva de dados de vida real relativos a secucinumab até à data, que demonstram uma melhoria pronunciada na qualidade de vida no contexto de vida real (às 24 semanas, 59% dos doentes têm pouco ou nenhum impacto na sua qualidade de vida resultante da doença).

Secucinumab é o primeiro tratamento totalmente humano que inibe especificamente a IL-17A. Os resultados de um programa alargado de dados de vida real foram apresentados pela primeira vez no 27.º Congresso da European Academy of Dermatology and Venereology (EADV), que decorreu em Paris.

Os dados apresentados demonstraram que 87% dos doentes que receberam secucinumab como medicamento biológico de primeira linha permanecem em tratamento ao fim de 12 meses, o que apoia o uso de secucinumab em contexto de vida real.

No congresso da EADV de 2017, a Novartis tinha já apresentado dados a cinco anos do estudo de Fase III SCULPTURE, que reforçaram os resultados de longo prazo na manutenção de pele limpa e a segurança de secucinumab. Este é um inibidor da IL-17A totalmente humano a apresentar taxas de manutenção de pele limpa sustentadas ao fim de cinco anos em estudos de Fase III no tratamento da psoríase. Resultados nunca antes conseguidos demonstraram que taxas de resposta de PASI 90 e de PASI 100 mantiveram-se a quase 100% com secucinumab, do Ano 1 ao Ano 5, no tratamento de doentes com psoríase em placas moderada a grave.

Os resultados a apresentar juntam-se ao já robusto conjunto de dados que demonstram a posição única de secucinumab como o primeiro e único inibidor da IL-17A totalmente humano. Desde que foi lançado, secucinumab já foi prescrito a mais de 160 mil doentes em todo o mundo. O programa de ensaios clínicos de Fase III demonstrou a eficácia de longo prazo e o perfil de segurança comprovado de secucinumab no tratamento da psoríase moderada a grave, da artrite psoriática (AP) e espondilite anquilosante (EA). Em maio, a Novartis anunciou os seus planos para iniciar o ensaio ARROW para avaliar a superioridade do mecanismo da inibição direta da IL-17A (secucinumab) sobre a inibição da IL-23 (guselcumab), naquele que é o 100.º estudo clínico sobre secucinumab.