INOV C 2020 atribui duas Bolsas de Prova de Conceito a projetos nacionais de investigação científica em saúde
02/11/2018 16:10:54
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
INOV C 2020 atribui duas Bolsas de Prova de Conceito a projetos nacionais de investigação científica em saúde

Durante este ano, foram atribuídas duas Bolsas de Prova de Conceito a inovadores projetos nacionais de investigação científica pela INOV C 2020. Ambos os trabalhos se inserem na área da saúde, estando atualmente em desenvolvimento na Universidade de Coimbra (UC). Os vencedores foram InEye, no campo da Oftalmologia, e Sleep Apnea ID, relacionado com a problemática dos distúrbios de sono.

 

No total, foi atribuído um financiamento de 50 mil euros ao InEye e de 40 mil euros ao Sleep Apnea ID.

As Bolsas de Prova de Conceito pretendem incentivar os promotores dos projetos de Investigação & Desenvolvimento (I&D) a explorar o potencial comercial dos mesmos, valorizando os resultados científicos que possam ser alvo de licenciamento ou de constituição de uma spin-off de base tecnológica num prazo de 1 ou 2 anos. Na seleção dos projetos, o INOV C 2020 teve em consideração o potencial de teste e validação de conceitos teóricos, com vista à criação de protótipos que possam atingir os níveis 4 e 5 na escala “Technology Readiness Levels”.

“É fundamental facilitar a transferência da tecnologia mais inovadora para o tecido empresarial, de forma a garantir sua a aplicabilidade e utilidade para a população. Tanto o projeto InEye como o Sleep Apnea ID resultam de atividades de I&D com potencial de mercado, correspondendo a soluções efetivas na área da saúde, nomeadamente nos campos da oftalmologia e dos distúrbios do sono. A seleção destes dois projetos da UC reforça o posicionamento da instituição neste campo”, reforça o Prof. Doutor Amílcar Falcão, vice-reitor da UC.

Os dois projetos de investigação científica selecionados para as Bolsas de Prova de Conceito totalizam um investimento de 90 mil euros. As verbas estão a ser disponibilizadas aos promotores dos projetos para aquisição de bens e serviços e recrutamento de bolseiros de investigação até ao final de março de 2019. Neste momento, 12 pessoas constituem as equipas científicas, representando o total de recursos humanos alocados aos dois projetos.

As Bolsas de Prova de Conceito são dirigidas a investigadores e docentes de centros de investigação do centro do país, nomeadamente Universidade de Coimbra, Instituto Politécnico de Coimbra, Instituto Politécnico de Leiria e Instituto Politécnico de Tomar.