ECTRIMS 2018: estudo português sobre potenciais biomarcadores epigenéticos apresentado à News Farma
11/10/2018 16:13:33
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
ECTRIMS 2018: estudo português sobre potenciais biomarcadores epigenéticos apresentado à News Farma

Está a decorrer o 34.º Congresso Internacional do European Committee for Treatment and Research in Multiple Sclerosis (ECTRIMS) em Berlim, que arrancou ontem e prolonga-se até amanhã, dia 12 de outubro, cuja cobertura está a ser feita pela News Farma, através da plataforma digital www.ectrims2018.newsfarma.pt. A Prof.ª Doutora Ana Martins da Silva apresentou um póster com os resultados preliminares de um estudo multicêntrico que investiga microRNAs potencialmente relevantes numa coorte de doentes portugueses com esclerose múltipla (EM). Assista ao vídeo da entrevista.

 

Tal como explicou a neurologista do Centro Hospitalar do Porto – Hospital de Santo António, os microRNAs desempenham um papel relevante no controlo de vários processos imunológicos, incluindo o desenvolvimento e maturação dos linfócitos B e T. Como tal, a expressão de microRNAs tem vindo a ser investigada em contexto de doenças autoimunes, incluindo a EM.

O objetivo deste projeto, que inclui 76 doentes portugueses com EM (nas formas surto-remissão ou progressiva), é estudar biomarcadores epigenéticos. Nesta análise, o grupo da investigadora estudou em particular o microRNA-146a, tendo verificado, à semelhança de estudos anteriores, que este marcador estava aumentado em doentes com EM e que esse aumento era mais acentuado nos doentes com surtos.

Este estudo é relevante na medida em que os fatores epigenéticos, ao contrário dos fatores genéticos, são atualmente "modificáveis" e podem ser usados para alterar a expressão da doença.

 

Vídeo