Cuidados Paliativos são importantes ao longo de todo o processo de tratamento e não só em fim de vida, alerta APCP
08/10/2018 16:03:26
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Cuidados Paliativos são importantes ao longo de todo o processo de tratamento e não só em fim de vida, alerta APCP

Outubro assinala o Mês dos Cuidados Paliativos, data que a Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos (APCP) não quis deixar passar despercebida. No âmbito da celebração, a instituição lançou a campanha de sensibilização “Vamos continuar a escrever esta história”, com o propósito de informar e consciencializar para a importância destes cuidados no reforço e na garantia da dignidade humana ao longo do processo de doença.

 

“A campanha "Vamos continuar a escrever esta história" pretende elucidar sobre o verdadeiro sentido dos Cuidados Paliativos na prevenção e alívio do sofrimento, promovendo a melhor qualidade de vida possível para a pessoa e criança doente e sua família, e ainda reconhecer a importância dos cuidadores no processo de doença crónica, complexa e limitante”, afirma o Dr. Duarte Soares, Presidente da APCP.

“É errado pensarmos que estes cuidados só deverão ser aplicados na fase terminal de um doente. Os Cuidados Paliativos devem ser parte integrante no processo de cura e tratamento de uma doença, desde o seu diagnóstico. Estes cuidados asseguram, para além do cuidado em saúde, estabilidade familiar, social e espiritual. Quando admitimos a necessidade de cuidados paliativos não estamos a desistir da pessoa nem do processo de cura, mas estamos a minimizar o sofrimento, a vários níveis, provocados pela doença”, acrescenta.

A propósito da campanha, vão ser realizadas diversas iniciativas, nomeadamente o IX Congresso Nacional de Cuidados Paliativos, a decorrer entre 25 e 27 de outubro, na Fundação Dr. António Cupertino de Miranda. Vai também ter lugar um peditório público nas Farmácias Holon, de 15 de outubro a 30 de novembro.

Além disso, teve lugar, entre 4 e 7 de outubro, a venda da mascote Palis, um porta-chaves, em 124 Farmácias Holon e no Centro Comercial Dolce Vita, em Lisboa, no Espaço Solidário, sendo que a venda continua a decorrer online através do site da APCP.

“As ações propostas para esta Campanha estão de acordo com o lema internacional “BECAUSE I MATTER”, ou seja, têm como principal objetivo colocar a pessoa doente no centro do cuidado. O valor angariado com o peditório público e com a venda da mascote tem como finalidade a realização de outras ações de sensibilização, de âmbito nacional, e de formações dirigidas a profissionais de saúde”, conclui o presidente da APCP.

Durante o mês de outubro vai ainda transmitido o spot institucional “Se alguém se preocupa, somos nós”, no Metro do Porto, na SIC e nos Cinemas NOS, para reforçar a mensagem de que os Cuidados Paliativos são um direito humano e um dever do Sistema Nacional de Saúde.

Cartaz 1 Cuidados Paliativos 633df Cartaz 2 Cuidados paliativos Pediatricos 13800