Trabeculectomia: procedimento cirúrgico de glaucoma mais realizado em Portugal entre 2000 e 2015
09/07/2018 16:05:40
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Trabeculectomia: procedimento cirúrgico de glaucoma mais realizado em Portugal entre 2000 e 2015

Um estudo recente, publicado a 26 de junho na National Center for Biotechnology Information, concluiu que, entre 2000 e 2015, a trabeculectomia foi o procedimento cirúrgico de glaucoma mais realizado em Portugal. A investigação, levada a cabo por vários portugueses, analisou as tendências deste tipo de cirurgia durante o período em questão, sendo que os resultados são semelhantes aos de outros países do mundo.

 

O glaucoma é a primeira causa de cegueira irreversível. É esperado que o número de doentes com esta patologia venha a aumentar nos próximos anos, pelo que os especialistas alertam para a necessidade de tomar medidas que se ajustem à nova realidade. Assim, conhecer os dados da evolução da doença torna-se fundamental para entender o efeito de novas políticas introduzidas no tratamento do glaucoma.

Seguindo esta linha de pensamento, o estudo em causa procurou descrever o perfil cirúrgico do glaucoma e as suas alterações em Portugal continental, entre os anos 2000 e 2015.

Desta forma, foi realizada uma análise retrospetiva de base de dados dos episódios de internamento e cirurgia em doentes em ambulatório de todos os hospitais públicos da região em estudo. Foram calculados os números absolutos anuais de procedimentos oftalmológicos, bem como a taxa cirúrgica, por 100 mil habitantes.

Os investigadores chegaram à conclusão de que os doentes com glaucoma submetidos a determinados procedimentos tinham por volta dos 67 ± 14 anos e 50% deles eram do sexo feminino. Durante o período de investigação, houve um aumento no número e na taxa cirúrgica dos procedimentos de glaucoma.

Para mais informações, consulte aqui o estudo publicado.