“Prevenir, acolher, tratar e acompanhar com dignidade e qualidade” o doente com VIH
07/06/2018 16:29:45
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
“Prevenir, acolher, tratar e acompanhar com dignidade e qualidade” o doente com VIH

O 8.º Encontro Nacional da Clínica de Ambulatório VIH / Hospitais de Dia vai decorrer no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, nos dias 12 e 13 de julho, sob o mote “Prevenir, acolher, tratar e acompanhar com dignidade e qualidade”. A organização do evento está a cargo da Associação de Infecciologistas do Norte.

Segundo a comissão organizadora do Encontro, presidida pela Dr.ª Rosário Serrão e pelo prof. Doutor António Sarmento, a “prevenção tem de ser a palavra de ordem e apelar à importância da realização do rastreio”, pelo que a 8.ª edição desta reunião irá iniciar com uma mesa dedicada ao “Antes da chegada ao hospital identificar comportamentos, alertar riscos otimizar o rastreio”.

Tanto as recomendações internacionais com as nacionais, baseiam-se na estratégia de tratar todos os doentes que são diagnosticados – “Test and treat”. Um dos pontos críticos é assegurar a ligação e retenção das pessoas infetadas nas estruturas de saúde, para que o objetivo seguinte - tratar todas as pessoas infetadas em seguimento e conseguir a sua adesão a um tratamento de qualidade - consiga ser alcançado.

A diretora do Programa Nacional para a Infeção VIH/SIDA da Direção-Geral da Saúde (DGS), Dr.ª Isabel Aldir, vai proferir uma conferência focada nos 90,90,90.

“O objetivo deste Encontro é fomentar a discussão e como podemos ajudar, na Clínica de Ambulatório, de forma a que o doente VIH  viva com VIH e não para o VIH – com problemas no emprego, nos lares de 3.º idade, nos empréstimos bancários – no diagnóstico de infeções sexualmente transmissíveis – um paradigma multidisciplinar -  a tuberculose latente, as novas estratégias terapêuticas, a coinfeção VHC; ou seja, procurar proporcionar uma abordagem daquilo que é, afinal, o dia a dia de uma Clínica de Ambulatório VIH”, sublinha a comissão organizadora do Encontro.

Como já vem sendo habitual em edições anteriores, também este ano haverá uma mesa redonda com um jornalista como moderador, com o tema “A PrEP: riscos e benefício”, com a visão do médico, do Farmacêutico, das ONG e da DGS.

O Encontro encerrará com uma iniciativa europeia à qual a cidade do Porto aderiu conjuntamente com Lisboa e Cascais: “Fast-track cities initiative: European cities are instrumental in controlling the HIV epidemic”.

O programa científico da reunião contempla ainda dois simpósios da responsabilidade da ViiV e da Gilead, uma Conferência Health of Care com o apoio da Gilead e um workshop com o apoio educacional independente da ViiV Healthcare.

Mais informações em www.8encontro-clinicadeambulatorio-vih.com.