Omalizumab recomendado pelas novas guidelines internacionais para a urticária crónica
11/05/2018 12:52:25
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Omalizumab recomendado pelas novas guidelines internacionais para a urticária crónica

Omalizumab, desenvolvido pela Novartis, está recomendado nas mais recentes guidelines internacionais para o tratamento da urticária crónica, como terapêutica complementar para o tratamento da urticária crónica espontânea em doentes sem resposta ao tratamento com anti-histamínicos H1.

As novas guidelines de tratamento foram desenvolvidas numa iniciativa conjunta da Secção de Dermatologia da European Academy of Allergology and Clinical Immunology, da rede de especialistas europeia Global Allergy and Asthma European Network, do European Dermatology Forum, para além da World Allergy Organization.

Todas elas recomendam omalizumab como o único tratamento qualificado com resultados ao nível da eficácia e segurança na urticária crónica espontânea.

As novas guidelines recomendam como objetivo terapêutico a obtenção de um controlo completo dos sintomas. Vários estudos demostraram que a urticária crónica espontânea, quando não controlada, ou quando apenas parcialmente controlada, tem um impacto enorme na qualidade do sono e na vida social e profissional dos doentes.

Resultados da terapêutica

Os doentes tratados com o medicamento desenvolvido pela Novartis durante 12 semanas obtiveram melhorias significativas em 78%, na sua qualidade de vida (vs placebo 44%, p<0.0001) conforme avaliado pelo índice dermatológico de qualidade de vida.

Adicionalmente, dados mostram que quase 90% dos doentes com urticária crónica espontânea que responderam bem ao tratamento inicial com e que interromperam o tratamento recuperaram o controlo de sintomas após retratamento com omalizumab, – dados do índice semanal de atividade da urticária (UAS7) (UAS7≤6)6.

O medicamento está aprovado para a urticária crónica espontânea e, além disso, omalizumab é indicado em terapêutica complementar para melhorar o controlo da asma em doentes com asma alérgica grave persistente.