Os mais recentes progressos na terapêutica anticoagulante
Os mais recentes progressos na terapêutica anticoagulante

O primeiro dia das 33.ªs Jornadas de Cardiologia, Hipertensão e Diabetes de Almada, realizadas no Hotel do Mar, em Sesimbra, contou com a participação do Prof. Doutor Daniel Caldeira, cardiologista na Clínica CUF Almada, na sessão sobre a anticoagulação oral e os seus avanços, onde se focou na fibrilhação auricular. Assista ao vídeo da entrevista com o especialista.

Segundo o Prof. Doutor Daniel Caldeira, nos últimos anos, os elementos anticoagulantes reduziram a mortalidade na fibrilhação auricular. O cardiologista realçou que o apixabano é um elemento de progresso na anticoagulação oral e que é “eficaz, seguro, previne a hemorragia digestiva e não tem risco acrescentado de hemorragia grave. Ou seja, este é um fármaco adequado para quem tem fibrilhação auricular”.

Vídeo