Ordem dos Farmacêuticos inaugura sede regional nos Açores
30/10/2017 16:12:43
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Ordem dos Farmacêuticos inaugura sede regional nos Açores

A partir de hoje, dia 30 de outubro, a Delegação Regional dos Açores da Ordem dos Farmacêuticos (OF) terá instalações próprias, em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, onde está igualmente sedeada a Secretaria Regional da Saúde.

O novo espaço situa-se numa das principais artérias da cidade, respondendo a uma carência identificada há vários anos pelos farmacêuticos açorianos. A nova sede da Delegação Regional dos Açores irá acolher os serviços administrativos da OF a nível local e disponibilizar um espaço para encontros e reuniões com farmacêuticos, autoridades e parceiros sociais.

A inauguração oficial do edifício decorreu hoje, pelas 10h30, e contou com a presença do secretário regional da Saúde, Dr. Rui Duarte Luís, da diretora regional de Saúde, Dr.ª Tânia Cortez, da presidente da Secção Regional do Sul e Regiões Autónomas (SRSRA-OF), Dr.ª Ema Paulino, e da presidente da Delegação Regional dos Açores da OF, Dr.ª Margarida Martins.

Foi também oficialmente lançada na Região Autónoma dos Açores a iniciativa Geração Saudável, projeto de promoção e educação para a saúde nas escolas dinamizado pela OF. O projeto será implementado no Agrupamento de Escola Básica Integrada de Angra de Heroísmo, nos dias 30 e 31 de outubro, onde se prevê a formação de mais de 150 alunos e 10 professores.

Iniciado em 2012 pela Secção Regional do Sul e Regiões Autónomas da Ordem dos Farmacêuticos (SRSRA-OF), o projeto Geração Saudável tem como objetivos primordiais educar e estimular a adoção de estilos de vida saudáveis, alertar para a ocorrência de possíveis patologias, dar a conhecer a importância da prevenção em saúde e integrar os diversos profissionais de saúde, estabelecendo uma colaboração mútua na educação dos jovens. O projeto visa também a valorização do papel do farmacêutico na sociedade, como interveniente ativo no âmbito da saúde pública, através da realização de ações de formação dinâmicas e versáteis. Ao longo destes cinco anos, a Geração Saudável contactou já com mais de 60 mil alunos e 2.500 professores de várias escolas do país.