Ensaios clínicos demonstram sucesso do liraglutido 3 mg em pessoas com obesidade
19/05/2017 9:39:43
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Ensaios clínicos demonstram sucesso do liraglutido 3 mg em pessoas com obesidade

No âmbito do 24.º Congresso Europeu de Obesidade (ECO2017), o Dr. Sean Wharton, diretor médico na Wharton Medical Clinic, em Ontário, apresentou os resultados da análise post hoc dos dados do ensaio clínico de manutenção SCALE, um programa de desenvolvimento de fase 3 da Novo Nordisk, que investigou o liraglutido 3 mg para controlo do peso em pessoas com obesidade. Assista ao vídeo da entrevista com o especialista, investigador do ensaio SCALE, e fique a par dos principais resultados

No ensaio clínico, os adultos que perderam no mínimo 5% do seu peso inicial durante um período de dieta de baixo valor calórico foram aleatoriamente escolhidos para receber liraglutido 3 mg ou placebo. Após 16 semanas de tratamento com a terapêutica, os adultos que perderam pelo menos 5% do seu peso corporal (definidos como “respondedores precoces”) eram mais propensos a manter a perda de peso e alcançar uma maior perda de peso adicional após 56 semanas, comparativamente com pessoas que perderam menos de 5% do seu peso corporal após 16 semanas de tratamento com liraglutido 3 mg (“respondedores tardios”).

“Num contexto da especialidade na área da obesidade é comum trabalhar com pessoas com obesidade na perda inicial de peso através do foco numa dieta de baixo valor calórico e aumento de atividade física. Contudo, descobrimos frequentemente que a manutenção desta perda de peso, embora com importância clínica, permanece o principal desafio para muitas pessoas com obesidade”, refere o Dr. Sean Wharton. “Estes dados são por isso muito encorajadores para os médicos desta especialidade, pois mostram que os respondedores precoces a liraglutido 3 mg são suscetíveis a manter e alcançar perda de peso adicional”.

Dos que completaram as 56 semanas de tratamento com liraglutido 3 mg, 68% foram respondedores precoces à terapêutica na semana 16, e 32% foram respondedores tardios. A acrescentar à perda de peso conseguida no período de avaliação, os respondedores precoces registaram uma perda de peso de -9,9%, comparativamente com 0,0% nos respondedores tardios às 56 semanas.

Após 56 semanas de tratamento, 91,7% dos respondedores precoces e 47,1% dos respondedores tardios, tinham mantido ou perdido peso adicional, depois do período de avaliação. Nenhum dos respondedores precoces recuperou o seu peso inicial do período de avaliação de 56 semanas, do tratamento com liraglutido 3 mg comparativamente com 3,9% dos respondedores tardios.

Houve incidências semelhantes no total de acontecimentos adversos nos respondedores precoces (92,5%) e respondedores tardios (89,7%). Os acontecimentos adversos gastrointestinais foram mais frequentes nos respondedores precoces comparativamente aos respondedores tardios (77,8% vs 41,4%). Liraglutido 3 mg foi geralmente bem tolerado, com efeitos secundários similares aos ensaios clínicos prévios.

Vídeo