Sanofi e Lonza juntam-se para produzir medicamentos biológicos em grande escala
20/04/2017 17:17:46
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Sanofi e Lonza juntam-se para produzir medicamentos biológicos em grande escala

A Sanofi e a Lonza juntaram-se na criação de uma parceria estratégica para construir e operar uma fábrica de cultura de células de mamíferos de grande escala para a produção de anticorpos monoclonais em Visp, na Suíça. O investimento inicial será 270 milhões de euros, valor dividido igualmente pelas duas companhias.

A parceria estratégica na forma de joint venture combina o forte pipeline de desenvolvimento de medicamentos biológicos da Sanofi com a experiência da Lonza no planeamento, construção, lançamento e operacionalização de instalações que refletem o estado da arte da cultura de células de mamíferos de grande escala.

A fase inicial da instalação, que aguarda as aprovações legais necessárias, começará a ser construída ainda este ano e espera-se que esteja totalmente operacional até 2020.

“Além dos investimentos que estamos a fazer na construção da nossa própria capacidade de produção, a parceria entre a Sanofi e a Lonza sublinha o nosso compromisso com o acesso dos doentes a terapêuticas com anticorpos monoclonais de alta qualidade”, afirma o Dr. Philippe Luscan, da Sanofi.

“Como parte do nosso plano estratégico, desenvolveremos outros modelos de negócio inovadores baseados nas necessidades dos nossos clientes. Planeamos abordar estas necessidades do mercado a longo prazo, estabelecendo uma plataforma de produção de biológicos de acordo com o estado da arte. A parceria estratégica com a Sanofi representa o primeiro módulo neste compromisso. Estamos convencidos de que com esta abordagem orientada para o futuro, poderemos servir outros clientes”, refere o Dr. Marc Funk, da Lonza

Esta parceria estratégica vai permitir à Sanofi reagir rapidamente às flutuações nos pedidos a curto prazo, reforçando a sua capacidade para lançar medicamentos biológicos de alta qualidade e garantindo o acesso dos doentes a estes fármacos.

Para a Lonza, esta parceria vai completar as capacidades necessárias para responder às crescentes necessidades de produção em larga escala de proteínas terapêuticas com origem em culturas de células de mamíferos, permitindo assim à Lonza servir melhor os seus clientes.