A Janssen divulgou recentemente uma análise dos dados a dois anos da extensão a longo prazo do estudo IM-UNITI do programa de desenvolvimento de ustecinumab. Estes dados demonstraram que dois regimes posológicos de ustecinumab (90mg administrados a cada 12 [q12w] e 8 [q8w] semanas) diminuíram o risco de hospitalização, e cirurgia relacionadas com a doença de Crohn (DC) e a necessidade de tratamentos alternativos em doentes com DC moderada a grave, quando comparado com placebo. 

Publicado em Notícias

A AbbVie anunciou recentemente novos resultados da fase da extensão em dupla ocultação do estudo de fase 2 CELEST, que mostram que muitos dos doentes tratados com upadacitinib que alcançaram resposta clínica após a fase de indução de 16 semanas mantiveram a resposta ao tratamento após a fase de extensão de 36 semanas; os resultados observados com as doses mais altas (6 mg e 12 mg em duas tomas diárias) foram numericamente superiores aos observados com a dose de 3 mg em duas tomas diárias, às 52 semanas.

Publicado em Notícias

A edição de 2018 da Reunião Regional Centro da Sociedade Portuguesa de Coloproctologia (SPCP) tem como mote a "Doença de Crohn: Da clínica à terapêutica". O evento, agendado para 27 de janeiro, vai decorrer no Auditório do Centro Hospitalar Cova da Beira, na Covilhã.

Publicado em Notícias

 A Takeda e a TiGenix acabam de anunciar que o Comité dos Medicamentos para Uso Humano (CHMP), da Agência Europeia de Medicamentos (EMA), emitiu uma opinião positiva para a utilização de darvadstrocel. A terapêutica está recomendada para o tratamento de fístulas perianais complexas em pacientes adultos com doença de Crohn luminal não ativa ou ligeiramente ativa, quando as fístulas apresentaram uma resposta inadequada a pelo menos uma terapia convencional ou biológica.

Publicado em Notícias

A Takeda acaba de anunciar que o INFARMED deferiu o processo de avaliação de vedolizumab, um antagonista de integrina, para a doença de Crohn e colite ulcerosa. A celebração deste compromisso entre a Takeda e o Estado português vem permitir o acesso efetivo dos doentes à nova terapêutica, preenchendo, assim, uma lacuna na área da doença inflamatória intestinal em Portugal. 

Publicado em Notícias

Publicada em Diário da República no dia 15 de novembro, a portaria n.º 351/2017 estabelece a comparticipação de vedolizumab a 100%. Esta medida surge na sequência do despacho n.º 9767/2014, publicado a 29 de julho, que determina que os medicamentos destinados ao tratamento de doentes com doença de Crohn ou colite ulcerosa devem ser comparticipados na totalidade.

Publicado em Notícias

A Takeda apresentou um estudo prospetivo sobre o uso de vedolizumab a longo prazo em doentes adultos com colite ulcerosa (UC) e doença de Crohn (CD), no 12.º Congresso da European Crohn’s and Colitis Organisation (ECCO), que decorreu em Barcelona, entre os dias 15 e 18 de fevereiro.

Publicado em Notícias
terça, 23 agosto 2016 15:33

A reabilitação respiratória

Um dos comportamentos que mais prejudica a saúde das populações nas sociedades modernas, para além do tabagismo e dos distúrbios alimentares, é o sedentarismo.

Publicado em Artigos

Há muito que é conhecido o potencial terapêutico das células estaminais. Estas células que permitem a reparação dos tecidos danificados e a substituição das células que vão morrendo.

Publicado em Artigos