Ficaram demonstradas, através de um ensaio clínico recente, a segurança e a eficácia do sangue do cordão umbilical expandido como fonte de células estaminais para transplante, apresentando melhor tempo de recuperação de neutrófilos do que um transplante de medula óssea ou de sangue do cordão convencional. O estudo foi publicado no Journal of Clinical Oncology.

 

Publicado em Notícias

Foram recentemente publicados na revista Stem Cells Translational Medicine os resultados de um ensaio clínico que revelam que a administração de sangue do cordão umbilical autólogo, ou seja, do próprio, é totalmente segura e bem tolerada por crianças com perturbações do espectro do autismo (PEA). Os investigadores recomendam a realização de mais estudos que possam confirmar o potencial deste tipo de terapia em crianças com PEA.  

Publicado em Notícias

Um ensaio clínico recente revela as células estaminais mesenquimais presentes no tecido do cordão umbilical suprimem a rejeição de transplantes hepáticos. O resultado das análises sanguíneas realizadas após o tratamento revelou melhorias significativas na função hepática e ao nível do sistema imunitário nos doentes.

Publicado em Notícias

A Food and Drug Administration (FDA) autorizou o Centro Médico da Universidade de Duke, nos EUA, a tratar crianças diagnosticadas com várias doenças neurológicas com sangue do cordão umbilical autólogo ou de um irmão compatível.

Publicado em Notícias

Está a decorrer a fase de candidaturas à 9.ª edição do Prémio Crioestaminal, até ao dia 16 de dezembro. O prémio, fruto de uma parceria entre a Crioestaminal e a Associação Viver A Ciência, visa apoiar jovens cientistas que pretendam realizar projetos pioneiros na área da Biomedicina, em Portugal.

 

O prémio é dirigido a investigadores nacionais ou internacionais em início de carreira (detentores de doutoramento realizado entre 2006 e 2013, inclusive), que se proponham liderar um projeto autónomo numa instituição portuguesa. O prémio, que será avaliado por um júri internacional, tem o valor de 20 mil euros e os candidatos devem submeter as suas inscrições através do site www.viveraciencia.org.

Publicado em Tome Nota